Buscar
  • Mariana Jardim

Os pilares do bem-estar animal, você já ouviu falar?

Por Mariana Jardim, voluntária e acadêmica de Jornalismo do 7° período da PUC-Goiás

Nós como defensores e tutores de animais devemos conhecer os principais pilares do bem-estar animal, entre eles estão:

O animal deve permanecer livre de sede e forme: é um direito do animal se ver livre de sede e fome na tutela de seu tutor. Assim como os seres humanos os animais também têm o direito à vida de forma saudável. Outro pilar que devemos compreender é de estar livre do desconforto, o animal merece uma boa casa, boa alimentação e carinho que o permita viver por longos anos.

O animal deve estar livre de dor, doença e injúria, seu tutor deve levar o animal ao veterinário assim que observar algo diferente ou suspeito no comportamento ou saúde do animal. Não apenas quando o animal estiver doente, mas é importante exames de rotina. Além desse,destacamos também que o animal deve ter liberdade para expressar o seu comportamento natural, por muitas vezes no Instagram da Focinho Caridoso mostramos que cada animal tem seu comportamento, alguns são mais ansiosos, estressados ou calmos.


Independente de sua personalidade, se é um cão, tem o direito de latir, se coçar e correr. Respeite o seu animal e cuidado em humanizá-lo ao nível de prejudicar sua saúde mental.

O animal também deve estar livre de medo e estresse. Muitos animais sofrem com o descaso que seus tutores o deixam viver, se sentem ameaçados, coibidos de serem felizes e brincarem. É importante entendermos que o animal tem as características de sua espécie e tem sua personalidade, mas independente de tudo, ele ama muito seu tutor e as vezes só quer a atenção do seu amigo humano.


Esperamos que através desse texto fique mais compreensível os pilares do bem-estar animal e o nosso dever de respeita-los.

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo