Buscar
  • Focinho Caridoso

Maus Tratos e Tráfico de Animais Silvestres - Aves

A preservação do meio ambiente é de extrema importância para a medicina veterinária, devido ao fato de esta se relacionar diretamente com o direito a vida e com o bem-estar de todos os animais.

É bem sabido que o Brasil apresenta dimensões continentais e por conseguinte, uma vasta biodiversidade, sendo assim um grande alvo do tráfico de animais silvestres.

Os traficantes de fauna conseguem movimentar entre 10 a 20 bilhões de dólares em todo o mundo, ficando atrás apenas do tráfico de drogas e de armas, em que o Brasil participa com 15% desse valor, isto é, 900 milhões de dólares.

Indubitavelmente, a irresponsabilidade humana, no que tange a devastação das florestas e a retirada de animais silvestres, ocasiona danos irreparáveis ao equilíbrio ecológico. Além disso, aumenta a procura por animais exóticos e raros para o tráfico de fauna, principalmente as aves pelas lindas penas e cantos esplendorosos .

O tráfico é o maior causador do desaparecimento da fauna brasileira, porque o traficante vê os animais como meras mercadorias.

Diante disso, de cada dez animais traficados, nove vem a óbito antes de chegarem ao seu destino, isto é, de 38 milhões de espécimes arrancadas de seus ninhos e tocas, apenas 10% sobreviverá aos percalços do tráfico.

O Brasil ocupa o 2° lugar de aves ameaçadas no mundo, fazendo com que elas sejam um grande alvo para o tráfico de animais. Essas espécimes sofrem com o estresse durante e após a captura (podendo vir a óbito por miopatia de captura), adquirir doenças em gaiolas superlotadas, perderem penas, porções do bico e das garras.

Ironicamente, as aves perdem durante o processo de tráfico inúmeras penas e podem sofrer fraturas de bico, tirando assim, o motivo pela qual foram capturadas de seus habitats.

Em síntese, esse mal assola grande parte das nossas aves, fazendo com que ocorra um aceleramento no processo de extinção das espécies. É notória a necessidade de haver uma frenagem abrupta nessa problemática ambiental. Pense no quanto esses amigos de bicos sofrem ao serem privados da liberdade e da vida natural.

E assim como a Superpopulação de cães e gatos nas cidades Brasileiras, a retirada de Animais Silvestres de seu meio natural não é sua um problema Ambiental, mas também e principalmente, de SAÚDE PÚBLICA!

Por Karollinne Keffny

Responsável pelo Instagram @vetalmofadinhas

Graduanda em Medicina Veterinária Pela Universidade Federal de Goiás

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo